sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

A relação professor x aluno



"Se o Mestre for verdadeiramente sábio, não convidará o aluno a entrar na mansão de seu saber, e sim, estimulará o aluno a encontrar o limiar da própria mente".


Com estas palavras Khalil Gibran define a postura mais adequada do professor para com seus alunos. Será que as escolas dão a devida atenção para desenvolver nas crianças as potencialidades interiores que possuem latentes em seu interior? Parece-me que estão mais preocupadas com a preparação de profissionais habilitados para o mercado de trabalho cada vez mais competitivo e incerto. É necessária uma consciência maior dos professores e escolas, no sentido de estarem preparando o novo homem do milênio que inicia. Este homem deverá estar desatrelado de saberes dependentes de par. Cada vez mais capaz de realizar seus sonhos, ser mais feliz e em harmonia com os demais seres com os quais convive.

Todo ser humano, independente de possíveis imperfeições físicas, emocionais e mentais, possui dentro de si uma energia, capaz de mobilizar forças inimagináveis que o auxiliam a superar os obstáculos na vida. Descobrir e desenvolver esta força não são tarefas fáceis no adulto. Para a criança, na fase dos 3 a 6 anos, quando esta se iniciando a formação do caráter, fica muito mais fácil mostrar que este poder existe e que ela pode fazer uso dele sempre que for necessário.

É a facilidade de acesso a este poder que determinados seres humanos têm e que outros não tiveram a chance de desenvolver que nos faz diferentes. Estamos acostumados a receber saberes dependentes de par, pois nossos pais e professores nos ensinaram as leis que regem o mundo segundo sua ótica esquecendo-se de que cada ser humano pode ter uma visão diferente sobre os mesmos assuntos. Todos os sistemas sociais, políticos e econômicos estão fundamentados em experiências de alguém. Ter a capacidade de observar, saber ouvir, analisar cada acontecimento sob sua própria ótica e chegar a conclusões que outros ainda não tiveram são poucos os que estão preparados. Ainda que assim estejam preparados, precisam saber falar, diversificar as formas de expressão, argumentar sem competir e desafiar a si mesmos, buscando fazer cada vez melhor, ao invés de competir com os outros. Que escolas estão conscientes deste papel para o ser humano?


"... apresentar à criança as leis do universo reveladas nas obras da natureza em suas formas mais simples, embasar o caminho rumo a uma compreensão da verdade existente em todas as coisas, através do amor, da harmonia, da justiça, da caridade, e da Lei e da ordem".

H. Spencer Lewis


Fonte: http://www.blogger.com/post-edit.g?blogID=2219652703801666939&postID=3093862706566814385

2 comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito de suas dicas. Sempre acompanhei seu blog. Eu lembro desde o começo dele: quando era uma página em branco. Acho que seu blog cresceu muito desde essa época!

Marise von Frühauf Hublard disse...

Obrigada pelos seus comentários.
Esse blog foi criando com a finalidade de compartilhar conhecimentos e experiências.
Abraço filosófico,
Marise.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin