segunda-feira, 9 de março de 2009

O papel da escola e dos pais

É o momento em que toda a criança sente um misto de entusiasmo, curiosidade e medo. Para os veteranos a expectativa é pelo reencontro, novidades, mudanças e novos conhecimentos.

Para os que chegam à escola pela primeira vez, predomina o temor do desconhecido, alternado com o entusiasmo por iniciar nova fase, passando a sentir-se incluído no universo escolar. Em ambos os casos, o mais importante é a fase de readaptação/adaptação.

Cabe à escola preparar a recepção dos alunos, priorizando a afetividade e a socialização, para que a criança sinta-se acolhida. Já os professores, ao receber a turma, devem respeitar as individualidades, lidando com as diferenças. Cada criança tem o seu jeito de ser, manifestado das mais diversas formas. O professor deve estar atento aos desejos das crianças, cabendo-lhe proporcionar um ambiente de integração, com o objetivo de obter uma turma homogênea, sem deixar de ser dinâmica e participativa. Este é o seu desafio.

É fundamental que o professor responda a todas as dúvidas, satisfazendo a curiosidade das crianças, ao mesmo tempo em que vai apresentando a rotina, as regras e as combinações, o que deve ser feito aos poucos, evitando um acúmulo de informações novas, muitas das quais a criança não consegue registrar e assimilar.

Segundo Piaget, “em qualquer etapa da vida de um ser humano, a construção da aprendizagem depende das etapas anteriores.”

Dessa forma, cada etapa deve ser integralmente vivida, para possibilitar que a próxima não seja prejudicada. A criança jamais esquece o que aprende com prazer, e depende da sensibilidade e dedicação dos adultos que a cercam, para desenvolver-se de forma global.

Cabe à família valorizar a escola e incentivar a criança, preparando seu reingresso/ingresso, preocupando-se com todos os detalhes (uniforme, materiais), fazendo com que a criança participe dos preparativos.

Através do diálogo, deixar claro o papel da escola, que é de proporcionar um ambiente propício à aprendizagem e socialização; do professor, que é de ensinar a aprender; dos colegas, com os quais deve ser buscada a convivência prazerosa e produtiva, já que todos estão na escola com o mesmo objetivo.

A família deve entregar a criança à escola de forma confiante, passando por sua vez confiança e credibilidade na escola. Os pais devem estar bem informados quanto à metodologia e rotinas, para evitar dúvidas e desencontros.

A escola e os professores não devem ser questionados na frente das crianças; devem merecer respaldo e a confiança de que querem o melhor para nossos filhos. Integrar seu filho à escola e permitir que seja educado para a vida é o desafio maior de todos os pais.


Carmem Lúcia Reichel Lindemeyer, professora e psicopedagoga


Fonte: http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/oxdaeducacao/noticia/detalhe/O-papel-da-escola-e-dos-pais.html


Nenhum comentário:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin