quinta-feira, 3 de junho de 2010

Como tomar notas e apresentar seminários

No terceiro e último módulo do projeto, da Revista Gestão Escolar Edição 008  Junho/Julho 2010, conheça as melhores maneiras de ensinar a tomar notas e fazer exposição oral aos colega.



O fim de todo procedimento de pesquisa é produzir textos ou apresentar para um grupo o que foi aprendido durante o estudo. Mas os alunos sabem selecionar as informações que leem e anotá-las de modo a usá-las posteriormente? Conhecem os procedimentos necessários para fazer uma boa apresentação para os colegas? Neste último encarte do projeto Ler em Todas as Áreas - desenvolvido com exclusividade para NOVA ESCOLA GESTÃO ESCOLAR por Cláudio Bazzoni, assessor de Língua Portuguesa da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo -, você, coordenador pedagógico, vai conhecer a melhor maneira de discutir esse conteúdo com a equipe docente.

Projeto de formação Ler em Todas as Áreas
3º módulo: Notas e seminário


Objetivo geral
Formar os professores do 6º ao 9º ano para o trabalho de leitura de textos informativos e o ensino de procedimentos de estudo.

Objetivos específicos
- Ensinar o aluno a anotar as explicações dos professores.
- Mostrar ao aluno como fazer a apresentação oral em forma de seminário.

Conteúdos do 3º módulo
Anotações de aulas, hierarquização de informações e apresentação oral.

Tempo estimado
Dois meses.

Material necessário

- Cópias do texto Atenção: favor tomar nota;
- Cadernos dos alunos com anotações;
- Vídeos com exemplos de bons seminários;
- Cópias da reportagem Desafio: Falar em Público, da revista NOVA ESCOLA de março de 2010.

Desenvolvimento

1ª etapa - Orientação inicial

Peça que os professores avisem uma das turmas que, depois de uma aula expositiva, os cadernos serão recolhidos para avaliar as anotações. Solicite que os docentes registrem o que mais chama a atenção durante a observação do material, o que consideram um problema e destaquem as anotações que acharam mais adequadas.

2ª etapa - Debate

Estimule o grupo a comentar a seguinte frase:

"Escrever ajuda a estudar porque permite organizar e memorizar as ideias e sistematizar, organizar e elaborar o que se vai aprendendo. Ajuda também a intensificar as interações na aula."
(In Las Prácticas del Lenguaje en la Vida Académica, Gobierno de la Ciudad de Buenos Aires, 2000)

Depois de ouvir as opiniões dos professores, pergunte se eles conversam com os alunos sobre as anotações feitas durante as aulas. Anotar é apenas copiar o que é colocado no quadro? É possível ensinar a tomar notas do que é falado em classe? Leia com eles o texto da última página e peça que anotem o que consideram importante e as próprias impressões sobre o tema.

3ª etapa - Procedimentos comuns

Inicie a reunião pedindo que os professores exponham as anotações do texto lido. As impressões de cada um foram relatadas? Quanto isso ajuda a recuperar as ideias do texto? Analise também as observações feitas com base na amostragem dos cadernos dos alunos e lance uma proposta: fazer um projeto para ensinar os alunos a anotar as ideias importantes das aulas. Vale lembrar que os registros feitos em classe dão pistas do que foi captado durante a exposição do professor e são uma possibilidade de conferir os conteúdos na linguagem dos próprios alunos. Exponha alguns procedimentos que podem ser adotados, como:

- Escrever a pauta da aula no quadro
É uma forma de a turma saber que a aula tem começo, meio e fim. Ao assistir a uma exposição oral, é importante saber o que vai ser tratado e o plano de apresentação dos conteúdos. Com a pauta no quadro, o expositor pode fazer sínteses, recuperar ideias e conceitos, anunciar desdobramentos e apontar possibilidades de aprofundamentos do tema.

- Dar tempo para que o aluno escreva
Aqui os procedimentos podem variar. O professor pode expor um tema durante algum tempo (mais ou menos 20 minutos) e depois pedir que a turma anote o que considera relevante, além de colocar palavras-chave no quadro e orientar os alunos a completar com outras ideias - ou ainda solicitar que a turma anote à medida que a exposição seja feita.

- Propor maneiras para que o aluno se posicione
Pode ser por meio de registros de impressões pessoais, associando o tema da aula com os conhecimentos anteriores sobre o tema. A maneira de anotar vai variar de acordo com as especificidades das disciplinas.

- Formar grupos para debater e completar as anotações
Os alunos preenchem as lacunas uns dos outros. É importante que haja alguma situação (trabalho ou avaliação) para que eles possam usar as anotações. Confira com o grupo se há outros procedimentos que podem ser adotados.

Continue lendo

3 comentários:

Nidi disse...

Marise, Parabéns pelas brilhantes ideias difundidas na tua página!! É de blogs como esse que precisamos..
Adorei as postagens q li e voltarei conferir as próximas!!
Um gde abraço, colega.
Nidiane

Blog do Beto Lemela disse...

Estou me formando esse ano em LETRAS e estou gostando muito das suas postagens, verdadeiro manual para o professor. Pretendo acompanhá-la SEMPRE. Mantenha esse conteudo maravilhoso. Um grande abraço do seu admirador.

Mari Amorim disse...

o vento afaga
o cabelo das velas
que apaga
Bom final de semana,
Boas energias sempre!
Mari

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin