quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Ser chique sempre, por Glória Kalil


Nunca o termo “chique” foi tão usado para qualificar pessoas como nos dias de hoje.  A verdade é que ninguém é chique por decreto. E algumas boas coisas da vida, infelizmente, não estão à venda. Elegância é uma delas. Assim, para ser chique é preciso muito mais que um guarda-roupa ou closet recheado de grifes famosas e importadas. Muito mais que um belo carro Italiano.

O que faz uma  pessoa chique, não é o que essa pessoa tem, mas a forma como ela se comporta perante a vida.

Chique mesmo é quem fala baixo. Quem não procura chamar atenção com suas risadas muito altas, nem colocar seus imensos decotes e nem precisar contar vantagens, mesmo quando estas são verdadeiras.

Chique é atrair, mesmo sem querer, todos os olhares, porque se tem brilho próprio. Chique mesmo é ser discreto, não fazer perguntas ou insinuações inoportunas, nem procurar saber o que não é da sua conta.
Chique mesmo é parar na faixa de pedestre. É evitar se deixar levar pela mania nacional de jogar lixo na rua. Chique mesmo é dar bom dia ao porteiro do seu prédio e às pessoas que estão no elevador.

É lembrar do aniversário dos amigos. Chique mesmo é não se exceder jamais! Nem na bebida, nem na comida, nem na maneira de se vestir.

Chique mesmo é olhar nos olhos do seu interlocutor. É “desligar o celular” quando estiver sentados à mesa do restaurante, e prestar verdadeira atenção a sua companhia. Chique mesmo é honrar a sua palavra,  ser grato a quem o ajuda, correto com quem você se relaciona e honesto nos seus negócios.
Chique mesmo é não fazer a menor questão de aparecer, ainda que você seja o homenageado da noite!

Mas  para ser chique, chique mesmo, você tem, antes de tudo, de  se lembrar sempre de  quão breve é a vida, e  que, ao final  vamos todos retornar ao mesmo lugar, na mesma forma de energia.
Portanto, não gaste sua energia com o que não tem valor, não desperdice as pessoas interessantes com quem se encontrar e não aceite, em hipótese alguma, fazer qualquer coisa que não te faça bem.

Investir em conhecimento pode nos tornar sábios… mas amor e fé nos tornam humanos!

Fonte: Revista Veja São Paulo

4 comentários:

Bloggirls disse...

Acho ela o máximo da elegancia,pois concordo que amor e fé nos tornam humanos. A Elegância está dentro, na postura interior, fora só reflete. Amei! Montaõ de bjs e abraços
Elaine Barnes

Pandora disse...

Perfeito, não faço questão de ser elegante, ou me vestir bem, mas com toda certeza faço questão de tentar a cada dia um pouco mais, sempre com empenho ser chique!!!

Foi um prazer ler esse texto, um convite a filosofar sobre o que se é, não sobre o que se tem!!!

Marise von disse...

Pandora,
É muito bom refletir sobre o assunto. Meus alunos acharam muito difícil, mas obtivemos excelentes resultados.
Um grande abraço,
Marise.

JULIETA disse...

Em Campos dos Goytacazes existe um grupo de auto ajuda onde se reunem pessoas para ouvirem palestras lindas, sempre sobre temas interessantes e de cunho espiritualista. Hoje a leitura que encerrou a reunião foi esse lindo artigo.
Parabéns!!!

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin